Meditações da Semana Santa: Sábado Santo

O Sábado Santo tem uma particularidade muito especial. É um hiato que nos provoca sentimentos muito particulares que resumem um pouco o já feito e o ainda não. Na liturgia de ontem, encerramos com o sepultamento do Senhor. Um descanso digno para quem sofreu os horrores da crucifixão. O mundo parece ter entrado neste hiato com um misto de dor, de saudade, mas também de expectativa de que o silêncio do túmulo será quebrado de maneira muito especial. A palavra de Deus é palavra de vida e prevalecerá contra as forças da morte.


A Deposição de Cristo
Caravaggio (c. 1603)


Cristo com José de Arimateia
Giovanni Savoldo (c.1525)


"Chegou José de Arimateia, senador honrado, que também esperava o reino de Deus, e ousadamente foi a Pilatos, e pediu o corpo de Jesus.
E Pilatos se maravilhou de que já estivesse morto. E, chamando o centurião, perguntou-lhe se já havia muito que tinha morrido.
E, tendo-se certificado pelo centurião, deu o corpo a José;
O qual comprara um lençol fino, e, tirando-o da cruz, o envolveu nele, e o depositou num sepulcro lavrado numa rocha; e revolveu uma pedra para a porta do sepulcro.
E Maria Madalena e Maria, mãe de José, observavam onde o punham" Mc 15:43-47

Meditação

Gaste alguns instantes refletindo sobre as imagens pelos artistas. Perceba as expressões das pessoas o que as cenas evocam em você?

Oração

Criador do céu e da terra; concede que assim como o corpo crucificado de teu amado Filho foi colocado no túmulo e descansou neste sábado santo, também sepultados com Cristo aguardemos o terceiro dia e, com ele, ressuscitemos para uma vida nova; o qual vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Visita do Papa ao CMI: gesto de comunhão e cumplicidade para testemunhar unidade

Meditações na Semana Santa através da arte e da iconografia: Quinta-feira Santa

Meditações da Semana Santa através da arte e da iconografia