Pular para o conteúdo principal

EASTER MESSAGE FROM THE PRIMATE OF IEAB


An empty tomb: tenderness is stronger than hate! 

He is not here, but is risenLucas 24:6

 
In the early hours of a Sunday in first century Palestine, a community was beaten down by the events of a week full of sad memories. A prophet had finished his mission like so many other prophets in the history of God's people; silenced by the power of a religious and political order that did not conform to changes. Everything seemed depressing, until the sun's rays brought something unexpected: he who was dead is alive again!

Beaten down countenances transformed, and the mourning gave way to joy and hope rekindled in the hearts of the poor, the excluded, the silenced. Literally, a transformation from mourning to fighting. The breath of the Spirit was active, ready to make an army rise, as in Ezekiel's vision. Thus began the Church of the Jesus movement, now the Christ of God.
 
I cannot help comparing this description with the situation of our country. The Brazilian people have lived in the last year a long period of hopelessness. Projects of a new society based on justice and solidarity have been postponed by those who - like the constituted powers in first century Palestine - do not accept the change of the social pyramid. The power for them, instead of being for the service of the people, must serve their private interests. Corruption and derision capture the right of the poor. The bill left by the wastefulness of the rich is paid with the dignity of the excluded. Added to this is the political instability that has swollen in recent weeks. Old ghosts are eager to return and no longer hide their faces, for the shame no longer hinders their momentum.
 
These times require of us, as members of the Jesus movement, resilience, confidence, and unity. Our commitment is with the Gospel that tells us to whom and with whom we must carry forward the dream of God's kingdom. I do not speak here of a political party, nor of individual people. I speak of a project of society that respects and values the truth, justice, and well-being of all people. I speak of respect for constitutional order, the rule of law, and democracy.
 
The Resurrected tells us clearly: death is not the last word of God for humanity. Life is possible, and how to live it in history is given by a prophetic citizenship. Desperation, fear, and the old order stayed along with the sheets that the Resurrected left inside the tomb. Now is the time to spread the good news to the prisoners, to the blind, and to the hungry for justice.
 
Let us renew our faith by fixing our eyes on the eyes of the Risen Christ, which addressed Mary Magdalene and said tenderly: Mary, it is I! It is said that the eyes are the windows of the soul. Therefore, let us drown in that true, loving, and fair look. We unite with Him, and we will be solely one! Tenderness is a more effective weapon than hate. And let's go out with joy, announcing the Kingdom of Peace and Justice for Brazil and for our troubled planet.
 
Happy Easter for all the people of God!
 
++Francisco, Santa Maria
Primate of Brazil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de quem foi rotulado de vândalo pela mídia golpista

Acordei hoje pela manhã e me descobri vândalo!

Eu e 35 milhões de brasileiros que fomos ontem às ruas para protestar contra o desmonte dos direitos dos trabalhadores neste país.
Fizemos tudo de forma pacífica, organizada e corajosa. Aí, a mídia golpista estampa hoje na capa de um dos seus "pasquins" a foto de um vândalo (certamente infiltrado pela direita) depredando um banco talvez (porque não é uma creche, ou escola, ou hospital) e esta é a foto que caracteriza o gigantesco movimento de ontem nas ruas do Brasil.

Lamentável esta postura, que aliás não é de hoje. Não é a mídia que me define quem eu sou! Vândalos são aquelas pessoas que sugam o sangue dos trabalhadores para dá-lo de bandeja para os que se alimentam do sofrimento do povo. Enquanto os brasileiros se entorpecerem com esta mídia nojenta e vendida à publicidade dos exploradores do povo a qualidade do jornalismo brasileiro será vergonhosa.
Não se trata de achar que a mídia tem que ser de esquerda. Mas apenas de que …

PEC 241: futuro sombrio e o re-construir utópico do povo brasileiro

A aprovação da PEC 241 pela Câmara dos Deputados representa uma comprovação de que a aliança política entre partidos e as elites que os representam vai consolidando um projeto de desmonte do Estado brasileiro, à custa das maiorias empobrecidas.

A receita é amarga e comprova que a Casa Grande está eufórica para destruir qualquer esforço da Senzala em ampliar direitos. A exemplo de outras elites latino-americanas, a elite brasileira está se deleitando em recuperar os seus privilégios com a maior rapidez possível, tirando da gaveta projetos que haviam esbarrado na firme resistência dos governos progressistas.

A esperança agora se volta para o Senado que deverá também analisar a PEC e - não tenho muita esperança sobre isso - reverter este processo de enxugamento de políticas públicas afirmativas. Pelos próximos 20 anos a população pobre do Brasil pagará uma conta elevadíssima para manter os privilégios de poucos.

A Direita terá, com base numa legalidade destituída de legitimidade, a garan…

O Ano do Pinóquio precisa ir embora logo

Sabe aquela sensação de que você está vivendo um pesadelo? Ou, talvez, assistindo uma tragédia que você torce para que seja concluída o mais rápido possível e você saia do teatro pra respirar  o ar puro lá de fora?
Assim é o Brasil de hoje, às vésperas de um novo ano que não temos a menor idéia de como será. Para o governo ilegítimo que tomou conta do país, sem o consentimento dos eleitores, será um ano de recuperação em que o que moverá a sociedade brasileira será um infalível sentimento: o pensamento positivo!! 
Honestamente! Estão brincando com a inteligência das pessoas!. 
2016 foi o ano das grandes mentiras. Inventaram um crime que não existiu. Destituíram uma Presidenta em nome de Deus e da Família, quando nem uma coisa nem outra deram autorização para tal. Uma das mais deprimentes páginas da história política brasileira que deve servir como exemplo de como não fazer política séria. 
Um a um, os próceres da moralidade foram sendo expostos em suas mentiras. O que poderia represe…