Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Os aproveitadores da Nação e a mídia que os encobre

Os teus príncipes são rebeldes, e companheiros de ladrões; cada um deles ama as peitas, e anda atrás das recompensas; não fazem justiça ao órfão, e não chega perante eles a causa da viúva. 
Isaías 1:23
A quantas anda o movimento pela ética na política? Verdade que temos assistido alguns avanços ainda tímidos, como o movimento que levou a aprovação da ficha limpa e as lutas em favor de mais transparência nos órgãos públicos. Mas parece que este movimento precisa enfrentar os desafios da sempre inteligente capacidade do sistema de driblar o controle social através de artifícios, lacunas da lei e decisões de alcovas.

A sociedade brasileira precisa estar cada mais atenta ao fato de que a pauta do combate à corrupção não pode continuar sendo manipulada pelos grandes órgãos de imprensa que filtram somente aquilo que interessa aos grandes capitais que os financiam. Um exemplo disso é a ênfase dada ao Mensalão do Dirceu em detrimento do Mensalão mineiro e outros mensalinhos que grassam nas gavet…

Punir: o caminho mais fácil para o inferno!

Estava assistindo hoje a noite o programa eleitoral do PSC e fiquei estarrecido com a apologia à campanha pela redução da maioridade penal. Os argumentos já são conhecidos por um silogismo perverso do tipo: se pode votar pode respeitar as leis, entre outros.
A sigla deveria se repensar. Um partido que se denomina Social e Cristão assume uma plataforma reacionária e de enfrentamento fácil do problema da criminalidade apontando uma solução meramente punitiva para a situação dos jovens e adolescentes em conflito com a lei.
Este é o tipo de proposta que é defendida por aqueles que ignoram completamente a responsabilidade do Estado e da sociedade com seus filhos. Num país como o nosso que pretende ingressar no seleto grupo das sociedades desenvolvidas é triste observar que alguns dos seus agentes públicos busquem o simplismo da lei sem assumirem a responsabilidade de oferecer as condições mínimas de educação e dignidade aos nossos jovens. Políticas públicas para a Juventude ainda estão no …