"Amãear"



Entre as diversas formas de expressão de amor, certamente aquela que é expressa pelas mães não se pode traduzir em palavras.
Só tem uma explicação: a não explicação! Um vínculo afetivo inquebrantável que se assemelha ao próprio amor de Deus por nós. Tanto é que Ele mesmo, na palavra dos escritores bíblicos compara o seu amor ao de uma mãe que reúne seus filhos como a galinha aninha seus pintinhos debaixo das asas quando o perigo se aproxima. Daí a conhecida expressão do salmista que afirma que deseja se ocultar debaixo das asas de Deus.
As mães são capazes de esforços incalculáveis pela vida de seus filhos. Nesta medida, elas são o retrato de Deus para todos nós!
Neste domingo vamos aprender que o verbo amar deveria se conjugar "amãear" porque o amor delas não tem fronteiras.
Dedico estas simples palavras a todas as mães - as que se foram chamadas para os céus, as que perpetuam esse amor no presente e todas aquelas que receberão esta graça especial - pedindo a Deus que as fortaleça e as abençôe com toda sorte de bençãos.
Hoje, eu e Talita tivemos a graça de assistir o nascimento de Arthur (filho de Vanessa, prima de Talita) e agradecemos a Deus pelo dom da maternidade.
Envio esta singela homenagem a todas as mães de nossa querida diocese. Que guardemos a memória de todas que "amãearam" e nos doaram tudo que tinham. Que abençoemos todas as que estão "amãendo" no presente!
Que nosso querido Deus, Pai e Mãe de todos nós nos mova a dar a elas o reconhecimento de sua missão. Na qualidade de filhos e filhas dessa valorosas mulheres, possamos oferecer o nosso carinho e reverência a esses verdadeiros "retratos"de Deus!
Com meu abraço,
+Francisco

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Visita do Papa ao CMI: gesto de comunhão e cumplicidade para testemunhar unidade

Meditações na Semana Santa através da arte e da iconografia: Quinta-feira Santa

Meditações da Semana Santa através da arte e da iconografia