Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Juventude: extermínio e descaso das autoridades

Assim como na Amazônia, em cada rincão brasileiro estamos assistindo o descaso das políticas públicas que protejam e dignifiquem a nossa juventude. A carta denúncia abaixo é apenas uma faceta do que acontece diariamente, encarado por muitos como eventos normais. É hora de se dizer: basta!

CARTA DENÚNCIA

“Será que ninguém vê
O caos em que vivemos?
Os jovens são tão jovens
E fica tudo por isso mesmo
A juventude é rica, a juventude é pobre
A juventude sofre e ninguém parece perceber...”

(Trecho da Música Aloha, Legião Urbana)



A Rede Ecumênica pela Promoção e Direitos da Juventude- REJU Amazônia, vem a
público manifestar sua indignação com a crescente onda de extermínio de jovens na
Região Metropolitana de Belém.

Belém vive um momento de profunda comoção e reflexão diante dos fatos ocorridos
no último fim de semana (19/11) no distrito de Icoaraci, com a execução de seis
adolescentes. Um crime brutal e desumano. Infelizmente essa chacina não foi a
primeira e não será a última a ser registr…

Carta Pastoral do Advento 2011

Câmara dos Bispos da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil

Queridos irmãos e irmãs, nós bispos e pastores da Igreja, queremos trazer à Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, uma mensagem de esperança neste novo tempo que se avizinha no Calendário Cristão. O Advento tem um caráter preparatório, apontando e nos preparando para celebrar o mistério da encarnação, em Cristo Jesus. Os eventos resgatados neste período nos falam de um Deus que acompanha bem de perto a jornada da humanidade, “Deus conosco” (Mateus 1:23).
Apresentando essa mesma perspectiva, uma narrativa do Êxodo nos conta que Deus disse: “Eu tenho visto como o meu povo está sendo maltratado no Egito; tenho ouvido o seu pedido de socorro por causa de seu feitores. Sei que estão sofrendo. Por isso desci para libertá-los do poder dos egípcios e para levá-los do Egito para uma terra grande e boa” (Êxodo 3:7-8). Esse trecho das Escrituras nos mostra um Deus sensível, comovido com o sofrimento humano, que está disposto a descer das alt…

Um jogo sem graça: o que é afinal segurança pública?

Na operação policial que culminou com a prisão do traficante Nem, chamou a minha atenção uma frase de um policial gritando aos microfones da TV: E aí jogador! Perdeu!! Eu até fiquei esperando aparecer na tela a famosa frase de quem joga vídeo games em computador: você venceu!
Nada mais natural numa operação dessa ordem se ouvir palavras de ordens dos policiais caracterizando uma catarse pelo sucesso de sua ação.
No entanto, e para a nossa reflexão, caberia uma análise do conteúdo da expressão. A Segurança Pública não pode ser um jogo, onde se possa ter ganhadores de um lado e perdedores do outro.
E aqui levanto algumas questões que julgo relevantes na discussão:
A Segurança Pública é para garantir a manutenção de um jogo midiático entre bandidos e sociedade? Cada lado exibindo sua força que captura a atenção do público? Caracteriza-se ela por ações dignas de seriados policiais criados para divertir o público e levá-lo à sensação de que o bem sempre triunfa sobre o mal?
Certamente que …