Pular para o conteúdo principal

The World Social Forum and the absence of the worldwide Anglican Communion


These days we are participating in Belém, capital of Pará and the see of the Diocese of Amazon in another edition of World Social Forum. This movement of organized society is completing eight years since it was inaugurated in 2001, in Porto Alegre. Since its beginning, the Episcopal Anglican Church of Brazil  close to ecumenical partners and interreligious groups have supported and marked presence in their editions.
Some people asks about why our church is institutionally involved and  so continuously with this movement, which still arouses suspicion in the mass media. Here, some arguments to justify the relevance of such commitment.
1. It is a movement that appears to be the opposite side to the World Economic Forum, who includes the most powerful people in the world and that over time has maintained a model socially unjust and responsible for exclusions of billions of people around the world.
2. It is a movement that has no religious characterization and / or ideological control of their actions.
3. It is a movement of convergence around the deep wish for another world possible.
The first premise is clear that the World Social Forum is composed of individuals, organizations and movements who rebel - in the political sense of the word - against the conformism before the world's economic structure. We live in a world of large corporations and  policies that favor capital at the expenses of working people and the sustainability of the environment. Such a model thus can not simply be accepted as true.
The second postulate put in front of us an alternative leadership. Usually we are guiding our lives by religious or ideological paradigms. The Forum, however, does not profess any official ideology or  and is conducted by a model of self-management. The common sense of its suporters are the search for alternatives against inequality, oppression and destruction of the environment.
The third postulate show us  that the movement is deeper inclusive. The diversity of its social actors interacts the most common goal that is the desire for a culturally plural society and for another form of co-existence and co-responsibility.
It is in this context that our church feels committed to the Forum. As a church who seeks to be inclusive, the Forum is also a school for the improvement of our own character.
The celebration of welcome to members of churches and ecumenical bodies in belém showed us as we can learn from the unity in diversity. Several religious traditions were there alongside the Christians. With joy and trusted mutual commitment they offered their gifts without fear of being excluded by theological or political criteria. We danced together the carimbó, which is typical local dance  in a heartful call for participation and integration. Under this sunny light  - the symbol of the ecumenical presence in this year is a interreligious Sun figure  - europeans, asians, Africans, Latin Americans from various religious and political beliefs  joined together to say: we want and we can build another world possible.
My provocation to the Anglican Communion is why such living moviment so closer to our five marks of mission is still ignored. Some individulas anglicans around the world (Brazil, Canadá, USA ) and from different contexts are involved with it. But, differently to the WCC, International Development Agencies and other institutional instances, I don't know any formal commitment from Anglican Communion as worldwide Church.  I hope that this serious institutional indiference could be overcomed as soon as possible.

Comentários

Ann disse…
I am writing this up for Episcopal Cafe today. Thanks.
Anônimo disse…
http://www.djmal.net/thaspot/members/viagrakaufend
[b]VIAGRA Germany VIAGRA PREISVERGLECH BESTELLEN[/b]
http://www.serataanime.it/forum2/member.php?u=336
[b]VIAGRA Germany VIAGRA REZEPTFREI BESTELLEN[/b]
VIAGRA BESTELLEN eur 0.85 Pro Pille >> Klicken Sie Hier << BESTELLEN BILLIG VIAGRA CIALIS VIAGRA preis BILLIG Viagra Rezeptfrei
http://www.sembrasil.com.br/assets/snippets/forum/viewtopic.php?t=145
[b]VIAGRA potenzhilfe VIAGRA BILLIG[/b]
[url=http://www.einvestorhelp.com/member.php?u=37776]BESTELLEN VIAGRA[/url] - VIAGRA rezeptfrei
[b]VIAGRA fuer frau VIAGRA PREISVERGLECH BESTELLEN[/b]
[b]VIAGRA Oesterreich BILLIG VIAGRA REZEPTFREI BESTELLEN[/b]
[url=http://www.postyouradforfree.com/showthread.php?p=313013]VIAGRA BESTELLEN[/url] - VIAGRA versand
[b]VIAGRA prices VIAGRA REZEPTFREI BESTELLEN[/b]
[b]VIAGRA rezeptfrei VIAGRA BILLIG BESTELLEN[/b]
[b]VIAGRA® kaufen
VIAGRA Deutschland
VIAGRA online kaufen
VIAGRA on line
VIAGRA alternativ
VIAGRA rezeptfrei
VIAGRA Kaufen
VIAGRA Apotheke[/b]

Postagens mais visitadas deste blog

O Ano do Pinóquio precisa ir embora logo

Sabe aquela sensação de que você está vivendo um pesadelo? Ou, talvez, assistindo uma tragédia que você torce para que seja concluída o mais rápido possível e você saia do teatro pra respirar  o ar puro lá de fora?
Assim é o Brasil de hoje, às vésperas de um novo ano que não temos a menor idéia de como será. Para o governo ilegítimo que tomou conta do país, sem o consentimento dos eleitores, será um ano de recuperação em que o que moverá a sociedade brasileira será um infalível sentimento: o pensamento positivo!! 
Honestamente! Estão brincando com a inteligência das pessoas!. 
2016 foi o ano das grandes mentiras. Inventaram um crime que não existiu. Destituíram uma Presidenta em nome de Deus e da Família, quando nem uma coisa nem outra deram autorização para tal. Uma das mais deprimentes páginas da história política brasileira que deve servir como exemplo de como não fazer política séria. 
Um a um, os próceres da moralidade foram sendo expostos em suas mentiras. O que poderia represe…

PEC 241: futuro sombrio e o re-construir utópico do povo brasileiro

A aprovação da PEC 241 pela Câmara dos Deputados representa uma comprovação de que a aliança política entre partidos e as elites que os representam vai consolidando um projeto de desmonte do Estado brasileiro, à custa das maiorias empobrecidas.

A receita é amarga e comprova que a Casa Grande está eufórica para destruir qualquer esforço da Senzala em ampliar direitos. A exemplo de outras elites latino-americanas, a elite brasileira está se deleitando em recuperar os seus privilégios com a maior rapidez possível, tirando da gaveta projetos que haviam esbarrado na firme resistência dos governos progressistas.

A esperança agora se volta para o Senado que deverá também analisar a PEC e - não tenho muita esperança sobre isso - reverter este processo de enxugamento de políticas públicas afirmativas. Pelos próximos 20 anos a população pobre do Brasil pagará uma conta elevadíssima para manter os privilégios de poucos.

A Direita terá, com base numa legalidade destituída de legitimidade, a garan…

Resistir contra o Ensino a serviço do Mercado

Os tristes fatos que estamos assistindo em nosso país revelam o quão difícil é lutar por direitos. Com mais de mil escolas e quase 80 universidades ocupadas contra uma reforma educacional imposta de cima pra baixo, sem discussão com a sociedade e destinada a mudar a proposta de formação de futuras gerações, os estudantes e professores não merecem ser tratados com violência pelo aparelho militar do Estado e nem com desdém pela mídia elitista.

A primeira vítima já está configurada: um adolescente morreu dentro de uma Escola em Curitiba. Até quando o governo manterá seu insano autoritarismo de achar que nosso país aceitará retrocessos no campo das conquistas que construimos na última década? Temos conhecimento de que infiltrados neste movimento estão procurando amedrontar estudantes e professores para enfraquecer a mobilização. Estas pessoas devem ser identificadas e isoladas para que se identifique seus mandantes.

Precisamos, como sociedade, denunciar, resistir e lutar por meios legít…