Pular para o conteúdo principal

Mulheres no Topo: Primeira Arcebispa!

A eleição de uma bispa para presidir uma das mais importantes Províncias da Comunhão Anglicana foi sem dúvida um momento histórico para a Igreja Cristã. A Comunhão Anglicana se constitui em um conjunto de 37 Províncias que congregam cerca de 80 milhões de anglicanos em todo o mundo. Conjugando traços tanto católicos - especialmente na liturgia e estrutura - quanto protestantes - na força do laicato e na razão - este ramo do Cristianismo tem avançado no enfretamento das questões ligadas à ética e ao gênero, provocando a reflexão (nem sempre consensuais) de outras tradições cristãs.
O primeiro grande passo dado pela Comunhão Anglicana no campo das ordens, foi a permissão de mulheres em todos os níveis do ministério sacerdotal. Na maioria das Provínicias, as mulheres tem acesso em condições iguais aos homens ao sacerdócio. Em outras - embora em menor número - as mulheres têm acesso aos postos de bispas.
A escolha de uma bispa, a Revma. Katharine Jefferts, 52, bispa de Nevada, para presidir a Província dos Estados Unidos, constitui um fato inédito que com certeza orgulha a todos quantos esperam que a Igreja dê exemplo de inclusividade num mundo em que ainda as mulheres são tratadas desigualmente. Ela terá o status de Arcebispo, interagindo com os demais arcebispos das outras 36 Províncias.
Evidente que essa escolha causará tensões, especialmente aos setores mais conservadores - tanto dentro da Comunhão Anglicana como em outros ramos do Cristianismo - mas trata-se de um ato de maturidade dos episcopais ( assim são chamados os anglicanos) dos Estados Unidos. Uma Igreja que tem assumido posições políticas bem ousadas em relação à política externa de Bush e na defesa dos direitos humanos, interna e externamente.
Em sua primeira fala como Primaz eleita, a Revma. Katharine expressou seu anseio de contribuir para a reconciliação e atualização da Igreja sobre os temas que afligem hoje a humanidade. Resta ver como sua eleição vai desafiar outras tradições cristãs e até mesmo os anglicanos mais conservadores a avançarem na direção de uma Igreja que respeita a igualdade entre homens e mulheres em todas as esferas de poder!

Comentários

Saulo Barros disse…
Num tempo de tantas tensões na Comunhão Anglicana e no mundo, a eleição da Revma. Katharine Jefferts,foi um ato corajoso e profético... Deveria servir de exemplo para outras Igrejas da Comunhão Anglicana.
Roney Belhassof disse…
Ainda ontem vinha pela rua pensando em como muitas religiões se cristalizam e perdem o caráter evolutivo como se os seus fundadores, séculos atrás, tivessem visto toda a grandeza de Deus definindo assim leis eternas.

Vejo as religiões como um esforço coletivo para entender cada vez melhor a nossa espiritualidade. Assim como a ciência vai corrigindo erros de interpretação creio que as religiões devem evoluir tanto para corrigir o que entendemos errado quanto para se ajustar ao desenvolvimento da nossa própria moral.

Não sigo nenhuma religião intitucionalizada, mas a todo momento enconto grandes demonstrações de sabedoria entre os que seguem.
Pedro Jr disse…
Acho muito interessante tudo isso. Entretanto, o papa Bento XVI e toda a Igreja Católica, como as Ortodoxas deveriam saber que o ecumenismo é algo inútil. Como poderíamos diálogo com uma Igreja Herege como a Anglicana. Acredito que o papa deveria se interessar e os os próprios patriarcas ortodoxos que o único e válido ecumenismo é aquele que pode ser realizado entre a Igreja Romana e as Igrejas Ortodoxas. O resto é resto. ë inútil. A Igreja Anglicana procura institui coisas imorais e heréticas, não com o intuito de abarcar a modernidade, mas o seu objetivo miserável é jamais volta para o seio da Igreja de Cristo, pois está fora, já que fora da Igreja NÃO EXISTE SALVAÇÃO!. A Igreja Católica e Igrejas Ortodoxas devem sim unir-se contra todos os imorais, entre esses os anglicanos e demais hereges. A Igreja Anglicana quer mesmo com essas idéias liberais e imorais afastar-se de Cristo e da sua Igreja, lamentavelmente poucos podem perceber suas intenções. Gente eles não querem unir-se a Igreja Católica ou a Igreja Ortodoxas, querem e sabem disso que ao aprovarem tais medidas estúpidas vão se afastar cada vez mais dos católicos e ortodoxos. Claro!!! É isso que eles querem. O papa e os patriarcas ortodoxos deveriam considerar logo a INglaterra terra de missão e passar por cima dessa seita herética chamada anglicana, criada por um rei corrupto e pecador. Que Deus ilume o papa e os patriarcas e os faça acabar com essa história de ecumenismo com hereges.

Postagens mais visitadas deste blog

O Ano do Pinóquio precisa ir embora logo

Sabe aquela sensação de que você está vivendo um pesadelo? Ou, talvez, assistindo uma tragédia que você torce para que seja concluída o mais rápido possível e você saia do teatro pra respirar  o ar puro lá de fora?
Assim é o Brasil de hoje, às vésperas de um novo ano que não temos a menor idéia de como será. Para o governo ilegítimo que tomou conta do país, sem o consentimento dos eleitores, será um ano de recuperação em que o que moverá a sociedade brasileira será um infalível sentimento: o pensamento positivo!! 
Honestamente! Estão brincando com a inteligência das pessoas!. 
2016 foi o ano das grandes mentiras. Inventaram um crime que não existiu. Destituíram uma Presidenta em nome de Deus e da Família, quando nem uma coisa nem outra deram autorização para tal. Uma das mais deprimentes páginas da história política brasileira que deve servir como exemplo de como não fazer política séria. 
Um a um, os próceres da moralidade foram sendo expostos em suas mentiras. O que poderia represe…

PEC 241: futuro sombrio e o re-construir utópico do povo brasileiro

A aprovação da PEC 241 pela Câmara dos Deputados representa uma comprovação de que a aliança política entre partidos e as elites que os representam vai consolidando um projeto de desmonte do Estado brasileiro, à custa das maiorias empobrecidas.

A receita é amarga e comprova que a Casa Grande está eufórica para destruir qualquer esforço da Senzala em ampliar direitos. A exemplo de outras elites latino-americanas, a elite brasileira está se deleitando em recuperar os seus privilégios com a maior rapidez possível, tirando da gaveta projetos que haviam esbarrado na firme resistência dos governos progressistas.

A esperança agora se volta para o Senado que deverá também analisar a PEC e - não tenho muita esperança sobre isso - reverter este processo de enxugamento de políticas públicas afirmativas. Pelos próximos 20 anos a população pobre do Brasil pagará uma conta elevadíssima para manter os privilégios de poucos.

A Direita terá, com base numa legalidade destituída de legitimidade, a garan…

Resistir contra o Ensino a serviço do Mercado

Os tristes fatos que estamos assistindo em nosso país revelam o quão difícil é lutar por direitos. Com mais de mil escolas e quase 80 universidades ocupadas contra uma reforma educacional imposta de cima pra baixo, sem discussão com a sociedade e destinada a mudar a proposta de formação de futuras gerações, os estudantes e professores não merecem ser tratados com violência pelo aparelho militar do Estado e nem com desdém pela mídia elitista.

A primeira vítima já está configurada: um adolescente morreu dentro de uma Escola em Curitiba. Até quando o governo manterá seu insano autoritarismo de achar que nosso país aceitará retrocessos no campo das conquistas que construimos na última década? Temos conhecimento de que infiltrados neste movimento estão procurando amedrontar estudantes e professores para enfraquecer a mobilização. Estas pessoas devem ser identificadas e isoladas para que se identifique seus mandantes.

Precisamos, como sociedade, denunciar, resistir e lutar por meios legít…