Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2005

Estratégia Equivocada

Dentre as muitas virtudes que o Presidente Lula tem e que contribuiram para a vitória eleitoral de 2002 está a de conseguir discursar com franqueza e simplicidade.
No seu primeiro ano de governo houveram até vozes que se ergueram para pedir que ele falasse menos e demonstrasse mais eficácia nas intenções.
Em meio à crise política que se alastra a cada dia e vai, a passos largos, consumindo a popularidade do governo, o Presidente manteve até a viagem a Paris um discurso públicamente aceitável.
A entrevista de Paris e os discursos subsequentes revelam que a estratégia mudou. E é uma estratégia arriscada e perigosa para o próprio Presidente.
Primeiro, ele assume o descolamento radical do seu partido. Embalado pela opinião pública ainda favorável a sua pessoa, Lula entendeu que deveria aumentar ainda mais a distância entre ele e seus companheiros de partido, lançando-os à incomoda posição de réus abandonados à própria sorte. Essa estratégia, até certo ponto compreensivel, pela ausência até o …

Blindagem: até quando?

As recentes pesquisas de opinião que apontam a popularidade do Presidente Lula, a despeito das denúncias que envolvem lideranças do Governo e do Partido, parecem sinalizar em uma direção que precisa ser considerada com muita atenção.
Significa que a opinião pública continua acreditando na capacidade do Presidente de levar o País adiante na busca das transformações que ele mesmo anunciou, tanto como candidato como eleito, nos diversos momentos de sua trajetória política. Significa também a percepção de que o Presidente não pode ser responsabilizado diretamente por desmandos de pessoas do círculo do poder que o cercam e sobre cujas agendas estão colocadas aspirações mais pessoais que nacionais.
No entanto essa "blindagem", como é chamada pelos analistas, não é garantida ad eterno se, daqui pra frente não houver mudança de rumos nas políticas públicas. O recente encontro que teve com representantes dos movimentos sociais, autores da chamada "Carta ao Povo Brasileiro", …

Lágrimas e Demonização

As lágrimas de Delúbio Soares, derramadas em ato político hoje e a afirmação de que as acusações que estão sendo feitas contra pessoas do Governo e do Partido são criação da Direita, constituem um desrespeito contra companheiros de luta pela democratização e ampliação da cidadania neste país.
Na verdade, Delúbio tem contra si o ônus de talvez ter causado um estrago quase irreversível ao GovernoLula, com sua inteligência de gestor financeiro cobiçoso de ampliar a base de sustentação com um falho e inconsistente projeto de troca de favores e recursos. A sua associação a empresário de enriquecimento rápido e inexplicável, como com o Sr. Marcos Valério, já é por si só atitude suspeita de quem, ao ter um discurso ideológico contra o Capital e a favor do Trabalho - conforme suas declarações mais recentes de militante - não teve nenhum escrúpulo ideológico para certos "capitalistas", desde que fossem seus amigos.
Essa história de qualificar os que querem apuração da verdade, indepen…