Lágrimas e Demonização

As lágrimas de Delúbio Soares, derramadas em ato político hoje e a afirmação de que as acusações que estão sendo feitas contra pessoas do Governo e do Partido são criação da Direita, constituem um desrespeito contra companheiros de luta pela democratização e ampliação da cidadania neste país.
Na verdade, Delúbio tem contra si o ônus de talvez ter causado um estrago quase irreversível ao GovernoLula, com sua inteligência de gestor financeiro cobiçoso de ampliar a base de sustentação com um falho e inconsistente projeto de troca de favores e recursos. A sua associação a empresário de enriquecimento rápido e inexplicável, como com o Sr. Marcos Valério, já é por si só atitude suspeita de quem, ao ter um discurso ideológico contra o Capital e a favor do Trabalho - conforme suas declarações mais recentes de militante - não teve nenhum escrúpulo ideológico para certos "capitalistas", desde que fossem seus amigos.
Essa história de qualificar os que querem apuração da verdade, independentemente de quem acuse, como direitistas é ofensiva contra muitos de seus próprios companheiros que não concebem a estratégia de continuismo de poder a qualquer preço. Se os quadros do PT adotarem esse discurso de que tudo isso é artimanha da direita para "derrubar" o Governo Lula, vão dificultar ainda mais a possibilidade de resgate político que está nas mãos do Presidente, conforme ele próprio declarou: a verdade deve vir a tona ainda que tenha que cortar na própria carne.
Esse negócio de demonizar a imprensa, os empresários e as elites, constitui discurso evasivo, que oculta a responsabilidade de cada um e cada uma na forma de lidar com a ética. Na verdade, as lágrimas dele podem ser de arrependimento por ter sido inepto e por expor de forma irresponsável o Presidente e seu partido diante da opinião pública.
Associar a defesa da ética e da apuração dos fatos às lideranças conservadoras do Brasil, como Antônio carlos Magalhães, Jorge Bornhausen e outros - cujos predicados conhecemos bem - é uma escamoteação e uma falácia perigosa!
Tenho absoluta certeza de que se essas acusações fossem feitas a um governo de direita, provavelmente o tesoureiro Delúbio adotaria outra postura. A sociedade brasileira, composta dos Josés e Marias quer que a verdade das negociatas venha a tona. Tenho certeza que a opinião pública não se rege por critérios partidários para julgar quem quer que seja no que concerne à moralidade pública. E muito menos que ser estilizada ideológicamente como se não tivesse maturidade política. Portanto, as lágrimas de Delúbio não são as mesmas do Suplicy, porque teimam em negar o que cada dia mais apresenta mais indícios de verdade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meditações na Semana Santa através da arte e da iconografia: Quinta-feira Santa

Meditações da Semana Santa através da arte e da iconografia

Meditações na Semana Santa através da arte e da iconografia: Segunda-feira Santa