O risco do Avestruz!

A semana começou terrivelemente complicada para o Governo. Talvez esse seja o pior momento da gestão Lula. Parece que a necessidade de governabilidade está chegando a um limite perigoso para as forças políticas que o sustentam. E isso não é bom para o País.
Como cidadão, me preocupa o "faz de conta que nada tá acontecendo" do Presidente. Denúncias de corrupção atingem membros do Governo a cada dia. A oposição, com ganas de ganhar espaço, está ganhando força política e a opinião pública começa a ficar insegura sobre o que é verdade ou não com relação à capacidade de gerência política eficaz do Governo. Fazer como o avestruz é fatal para um governo que sabemos, por principio e história política, não compactuar com a corrupção.
Isso é um perigo que não se pode alimentar. Crises políticas se instalam quando os dirigentes adiam decisões e dão a impressão de que estão inseguros. Ou o Presidente toma as medidas, ainda que preventivas, para afastar as sombras que rodeiam o Planalto e a esplanada dos ministérios ou gerará a sensação de perda de rumo.
Aliás, muito recentemente, o próprio Lula fez declarações que levantaram a poeira sobre gestão de suspeitas de corrupção no governo que o antecedeu. Demandado publicamente pela oposição ávida por um ringue, o Presidente se safou pela inconsistência regimental dos que queriam processá-lo.
Mas agora o quadro muda de figura: o próprio Governo está sendo alvo de acusações de corrupção. E mesmo que Lula não tenha nada que desabone sua conduta pessoal como governante, seus auxiliares e seus apoiadores políticos estão na berlinda.
O que a sociedade deseja é ação e ação imediata, mesmo qeu preventiva, mas nunca uma defesa de auxiliares que respinguem negativamente no conjunto do Governo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Visita do Papa ao CMI: gesto de comunhão e cumplicidade para testemunhar unidade

Meditações na Semana Santa através da arte e da iconografia: Quinta-feira Santa

Meditações da Semana Santa através da arte e da iconografia