Dez por um

Enquanto sua Secretária de Estado rondou por aqui falando de democracia e liberdade, o Governo Bush continua sua neurótica beligerância no Iraque.
Uma guerra construida sobre mentiras e a afirmação fálica do poder militar americano tem custado a vida de cidadãos e cidadãs iraquianas. Agora a moda, mesmo com a pseudo autonomia política do país, é adotar represálias contra os insurgentes na medida de dez por um. Explico: neste fim de semana sete soldados americanos foram mortos pela guerrilha. A resposta veio imediata: 75 pessoas foram assassinadas como insurgentes no dia seguinte.
O pior é que o mundo assiste a isso com uma normalidade assustadora. Encara as noticias sobre esses massacres com a mesma naturalidade com que vê os gols dos campeonatos de futebol de seus clubes.
Isso me faz lembrar o velho conceito de guerra de um renomado pensador: Guerra é a briga de homens que não se conhecem e se matam, em nome de homens que se conhecem e não se matam. Enquanto esses desconhecidos se engalfinham mortalmente no Oriente Médio, seus lideres estão ai a espalhar hipócritas manifestações em defesa da democracia e, pasmem, dos direitos humanos. Enquanto o senhor Bush comemora o aniversário de derocada do Nazismo, se esquece que seu governo é o que mais tem praticado genocidio nos últimos tempos! Haja cara de pau!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Visita do Papa ao CMI: gesto de comunhão e cumplicidade para testemunhar unidade

Meditações na Semana Santa através da arte e da iconografia: Quinta-feira Santa

Meditações da Semana Santa através da arte e da iconografia